Portugal reabre as fronteiras para turistas do Brasil

A partir desta quarta-feira (1°), as viagens não essenciais do território brasileiro voltam a ser permitidas. A autorização foi publicada pelo governo em Diário da República (DRE).

Os passageiros não precisarão cumprir quarentena na chegada ao país. Os viajantes precisam apresentar um teste PCR negativo realizado nas 48 horas antes do embarque ou um teste antígeno com no máximo 24 horas.

A nova resolução foi publicada no Diário da República (DRE), por meio do Despacho 8652-C/2021, na noite de terça-feira (31/Ago) e libera, além dos Estados Unidos, inclui a entrada de brasileiros, para fins de turismo.

O documento do governo não esclarece em relação às vacinas contra Covid-19 dos turistas. Apenas estão dispensados do teste os viajantes vacinados na União Europeia (UE) e que possuem o certificado europeu de vacinação.

A autorização, inicialmente, é válida até o dia 16 de setembro. Desde o início da pandemia de Covid-19, as autoridades revisam as regras quinzenalmente. Como noticiou o Agora Europa na semana passada, a última atualização oficial do governo abria margem para os ministérios responsáveis autorizarem as viagens antes do dia 30 de setembro.

A liberação das viagens não essenciais do Brasil para Portugal era uma notícia bastante esperada por brasileiros. O país luso é um dos destinos mais procurados tanto para turismo quanto para imigração. A proibição estava em vigor desde o início da pandemia do coronavírus.

Até então, eram permitidos apenas os viajantes com um motivo essencial e comprovado para entrar em Portugal. O governo português foi um dos últimos a autorizar a viagens dos brasileiros. Nas últimas semanas, a França, Suíça, Espanha e Alemanha mudaram as regras para voltar a aceitar passageiros não essenciais do Brasil. Por outro lado, a restrição permanece em vigor na Bélgica e na Itália, que renovou a medida até o final de outubro.