Quantcast

Cidadão de bem agora pode comprar um fuzil

Licença para loja na Grande SP vender fuzis do Exército é marco para lobby das armas

“E aí? Vai perder a oportunidade? As entregas já começaram”, diz o anúncio postado no dia 9 de outubro pela Isa, tradicional loja que existe há 30 anos em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo.

O que torna a propaganda peculiar são os produtos em oferta: fuzis do Exército, cuja venda acaba de ser facilitada pelo governo de Jair Bolsonaro.

A loja é a revendedora no estado de São Paulo da Imbel (Indústria de Material Bélico do Brasil), empresa de produção de armas vinculada ao Exército. A estatal, criada em 1975 pelo regime militar, vende pistolas, fuzis, carabinas, munição e outros produtos.

R$ 12.900

O grande chamariz é o ParaFal, que agora pode ser comprado por cerca de R$ 12.900.

“Quem serviu o Exército usou essa arma, então muitos são apaixonados por ela, têm um grande saudosismo”, diz Charles Blagitz, 52, instrutor de tiro da loja.

Em alta!

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
No Facebook
Share on twitter
No Twitter
Share on linkedin
No Linkdin
Share on pinterest
No Pinterest

Leave a comment